O Centro de Arte de São João da Madeira, um departamento da Associação Cultural Alão de Morais foi fundado em 1986 tendo-se desenvolvido como uma instituição artística, educativa e cultural de grande importância para a cidade. Organizou mais de 180 exposições de arte contemporânea nos últimos trinta e três anos, estas contribuíram não só para a formação de públicos para as artes visuais, como fizeram de São João da Madeira uma cidade que desde muito cedo foi ativa no âmbito da arte contemporânea. Desde a sua origem tem uma ligação muita próxima com os artistas.

A formação artística tem sido um dos principais domínios da atividade do Centro de Arte, que desde o início promoveu o ensino das artes nas suas diversas disciplinas: Pintura, Desenho, Escultura, Fotografia, Serigrafia. Workshops, oficinas, cursos teóricos e cursos anuais das disciplinas artísticas para diferentes faixas etárias têm feito do Centro de Arte de São João da Madeira um local privilegiado para o contacto, conhecimento e experimentação artística, desde os níveis mais básicos do ensino até ao ensino pós-graduado avançado. Alguns artistas iniciaram aqui a sua aprendizagem, outros alunos acrescentaram valências artísticas aos seus percursos. Mais recentemente o Centro de Arte tem vindo a promover residências artísticas.

Foi criado e teve a direção artística do professor e artista Victor Costa até 2014.

Organicamente o Centro de Arte é um departamento da Associação Cultural Alão de Morais. Originalmente estava instalado no Palacete da Quinta do Rei da Farinha onde funcionou até Outubro de 2008. Desde 2013 está integrado no complexo da Oliva Creative Factory, um projeto cultural criado no âmbito da reabilitação e reconversão de parte das instalações da conhecida fábrica Oliva.